1. Inicio
  2. Faturamento
  3. Criando nota fiscal no ERP Online

Criando nota fiscal no ERP Online

Com o ERP Online FoxManager, é muito fácil emitir notas fiscais e realizar o acompanhamento da movimentação de Nota Fiscal de uma forma rápida e integrada.

O sistema também conta com várias outras funcionalidades, é customizável de acordo com as necessidades de cada empresa e possui plano gratuito para até dois usuários.

Veja abaixo o passo a passo para criar nota fiscal usando o ERP Online FoxManager:

Descrição sumária

É chamada de Nota fiscal, o documento gerado e armazenado eletronicamente, utilizado para comprovar a compra de mercadorias, sendo validado pelo certificado digital do emitente.

Requisitos

  1. Ter feito a configuração do certificado digital;
  2. Ter cadastrado Inscrição Municipal do emitente;

Instruções

Faturamento ⇒ Nota Fiscal de entrada

Faturamento ⇒ Nota Fiscal de saída

Emitir da nota fiscal de entrada

  1. Selecione a empresa;
  2. Clique em “Novo” ou “Ctrl+i” para abrir a tela de preenchimento do formulário;barra-botoes
  3. Ao clicar, será redirecionado à tela de preenchimento do formulário com campos obrigatórios, tais como:
  4. Operação fiscal: para selecionar o tipo de operação fiscal será usado na nota fiscal;
  5. Série: identificador sequencial que informa o número da nota fiscal;
  6. Nota Fiscal: identificador numérico dado pela empresa a nota fiscal;
  7. Recebimento/Emissão: Para indicar o tipo de nota;
  8. Tipo: será mostrada o  tipo de serviço está sendo utilizado na nota (compra, transferência, bonificação ou outras entradas) de acordo com a operação selecionada;
  9. Data de Emissão: É a data que a nota fiscal foi emitida;
  10. Data de Entrada: É a data de entrada da aquisição da nota fiscal;
  11. Buscar fornecedor: Pessoa física ou jurídica que fez movimentação de mercadorias recebidas;
  12. Endereço do Fornecedor: Para a inclusão de endereço do fornecedor;
  13. Modalidade do Frete: (caso tenha  frete, deverão ser preenchidos os campos obrigatórios: Transportador, Endereço do Transportador);
  14. Clique em “Próximo” para tela de cadastrar de produto;
  15. Clique em “Novo” para habilitar a tela;
  16. O sistema disponibiliza fazer a pesquisa do produto por quatro opções: código do produto, código de barras, código do fornecedor e código legado;
  17. Código do produto: é o código gerado no sistema ao cadastrar o produto;
  18. Código de barras:  é a representação de sequência numérica utilizada para identificar um produto;
  19. Código do fornecedor: é o código cadastrado no produto conforme a numeração do fornecedor;
  20. Código legado: é o código que foi gerado no sistema anterior utilizado ao cadastrar o produto;
  21. Basta selecionar qual tipo de código deseja e digitá-lo no campo “Cód do produto” e apertar “Enter” ou se desejar, selecione o produto pelo nome no campo “Produto”;
  22.  Caso necessário, selecione o tipo de “Operação fiscal” do produto;
  23. Insira a “Quantidade” do produto;
  24. Caso tenha selecionado a opção modalidade com frete, preencha o campo “Valor do frete”;
  25. Há algumas funcionalidade disponíveis para o cadastro no topo do formulário: novo, anterior, itens, desmembrar produto e visualizar imposto;
  26. Novo: para cadastrar um item novo na nota fiscal;
  27. Anterior: para ir a aba anterior;
  28. Próximo: para ir a próxima aba;
  29. Desmembrar produto: para que seja possível fazer o desmembramento do produto por dioptria;
  30. Visualizar impostos: para que seja possível visualizar dos impostos a partir da seleção individual do produto;
  31. Na aba de imposto, o sistema irá mostrar os valores de ICMS, IPI, PIS, COFINS e ICMS Substituição tributária, calculadas a partir da associação feita a operação fiscal;
  32. Caso seja necessário, faça as alterações necessárias;
  33. Após o preenchimento, clique em “Concluir Nota”;
  34. Clique em “Novo” para habilitar a grade;
  35. Selecione “Condição de pagamento”;
  36. Clique em “Ok” para finalizar a grade;
  37. Para finalizar a nota fiscal, clique em “Confirmar”.

Emitir da nota fiscal de saída

  1. Selecione a empresa;
  2. Clique em “Mais opções” e escolha a opção “NF de Saída”;
  3. Ao clicar, será redirecionado à tela de preenchimento do formulário com campos obrigatórios, tais como:
  4. Operação fiscal: para selecionar o tipo de operação fiscal será usado na nota fiscal;
  5. Série: identificador sequencial que informa o número da nota fiscal;
  6. Data de emissão: É a data que a nota fiscal foi emitida;
  7. Data de saída: É a data de saída da aquisição da nota fiscal;
  8. Tipo: Descreve qual tipo de serviço está sendo utilizado na nota (Avaria, bonificação, transferência, venda, perdas e outras saídas);
  9. Vendedor: identificador do colaborador que realizou a movimentação de mercadorias de saída;
  10. Buscar destinatário: Pessoa física ou jurídica que irá adquirir a  movimentação da nota fiscal;
  11. Endereço do destinatário: Para a inclusão de endereço do cliente;
  12. Convênio: caso seja uma nota feita por meio de convênio, insira a pessoa;
  13. Modalidade do Frete: (caso tenha  frete, deverão ser preenchidos os campos obrigatórios: Transportador, Endereço do Transportador);
  14. Clique em “Próximo” para tela de cadastrar de produto;
  15. Clique em “Novo” para habilitar a tela;
  16. O sistema disponibiliza fazer a pesquisa do produto por quatro opções: código do produto, código de barras, código do fornecedor e código legado;
  17. Código do produto: é o código gerado no sistema ao cadastrar o produto;
  18. Código de barras: é a representação de sequência numérica utilizada para identificar um produto;
  19. Código do fornecedor: é o código cadastrado no produto conforme a numeração do fornecedor;
  20. Código legado: é o código que foi gerado no sistema anterior utilizado ao cadastrar o produto;
  21. Basta selecionar qual tipo de código deseja e digitá-lo no campo “Cód do produto” e apertar “Enter” ou se desejar, selecione o produto pelo nome no campo “Produto”;
  22. Selecione qual “Tabela de preço” irá utilizar para o produto;
  23. Insira o “Valor unitário” e “Quantidade” do produto;
  24. Há algumas funcionalidade disponíveis para o cadastro no topo do formulário: novo, anterior, próximo, informar variação e visualizar imposto;
  25. Novo: para cadastrar um item novo na nota fiscal;
  26. Anterior: para ir a aba anterior;
  27. Próximo: para ir a próxima aba;
  28. Informar variação: para que seja possível fazer o desmembramento do produto anteriormente selecionado;
  29. Visualizar impostos: para que seja possível visualizar dos impostos a partir da seleção individual do produto;
  30. Clique em “Próximo” para ir a próxima aba;
  31. Na aba de imposto, o sistema irá mostrar os valores de ICMS, IPI, PIS, COFINS e ICMS Substituição tributária, calculadas a partir da associação feita a operação fiscal;
  32. Caso seja necessário, faça as alterações necessárias;
  33. Após o preenchimento, clique em “Concluir Nota”;
  34. Clique em “Novo+” para habilitar a grade;
  35. Selecione “Condição de pagamento”;
  36. Clique em “Ok” para finalizar a grade;
  37. Para finalizar a nota fiscal, clique em  “Confirmar Prévia”.

Status da nota fiscal

Aberto: Quando a nota ainda não foi concluída no sistema interno (Financeiro e Estoque);

Fechado: A Nota foi concluída com êxito no sistema;

Pendente: Não foi feito a transmissão da nota para o sistema externo da SEFAZ;

Transmitido: Quando foi transmitida com sucesso para o sistema externo da SEFAZ;

Outros campos

Fechar NF: realizar os processos de Financeiro e Estoque de forma conjunta, gerando as movimentações financeiras e de estoque;

Emitir NF-e: tem a funcionalidade de gerar a nota fiscal concluída no sistema para a SEFAZ;

Importar XML: o sistema permite a importação de notas em formato de XML para o sistema na tela de nota fiscal de entrada;

Mais opções

Financeiro: é utilizado para gerar as movimentações financeiras da nota fiscal do sistema;

Estoque: é utilizado para atualizar as movimentações do estoque da nota fiscal do sistema;

Relatórios: imprimir relatórios a partir da seleção do campo empresa;

Carta de correção: para fazer a correção do documento emitido;

Inutilização da NFe: quando a numeração da nota foi gerada e não será mais utilizada, levando em consideração que a nota fiscal não tenha sido transmitida para SEFAZ;

Imprimir NFe: para gerar o número da NF-e de modo manual.

Artigos relacionados

  1. Primeiros passos
  2. Atualizando status da nota fiscal de pendente para transmitido
  3. Fazendo devolução de mercadorias
Compartilhe esse artigo com seus amigos.
Atualizado em 7 de agosto de 2019

Esse artigo foi útil?

Artigos relacionados

Leave a Comment

*

code